Notícias & Entretenimento

Xaveco

RABISCANDO A POLÍTICA E INFORMANDO OS LENÇOENSES EM CURTOS PARÁGRAFOS

O XavECO é o tipo de texto dividido em curtos parágrafos que o leitor saca nas entrelinhas as tratativas escusas ou não dos bastid

RABISCANDO A POLÍTICA E INFORMANDO OS LENÇOENSES EM CURTOS PARÁGRAFOS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Politicagem

Em ano eleitoral, serão inúmeras as manchetes e postagens dos veículos que vivem de dinheiro público e favorecimentos políticos, relatando que verbas e serviços chegaram à cidade através de pedidos realizados por este ou aquele vereador ou político à determinado deputado.

 

Desvalorização

Essa pratica tem irritado secretários do município, que dia-a-dia enviam pedidos aos governantes do estado e ministérios federais em busca de recursos para suas respectivas pastas, mas, veem seus esforços serem reduzidos a nada, pois aparecem políticos oportunistas ganhando os bônus das conquistas.

 

Despesas subiram

Desde que o Prefeito Anderson Prado criou o cargo de secretario de convenio para acomodar seu aliado politico e vice prefeito Manezinho do Eco (PODE), as despesas com viagens e gastos com alimentação e hotéis no Executivo multiplicaram, enquanto que os recursos para o município diminuíram e a transparência da pasta sumiu.

 

Assédio

Mães de alunas da escola estadual ‘Virgílio Capoani’ estão indignadas pela inércia da direção da escola que nenhuma providencia tomou ante a queixa de assedio sexual que suas filhas vêm sofrendo de um professor da escola.

 

Multiplicou

Na última sexta-feira, 8, mães de várias alunas denunciavam o que vinha ocorrendo na escola com suas filhas em grupos de WhatsApp, questionando o por que até o momento nenhuma providencia teria sido tomada contra o professor, inclusive levando o caso à polícia. Será que o professor também tem ‘contatinho’ e goza de privilégios para não ser punido? Disse uma mãe.

 

Saindo

Informações de bastidores garantem que na próxima semana o vereador Chico Naves (MDB) deve se licenciar do cargo para assumir uma secretaria no poder executivo, atendendo um pedido especial do prefeito Prado (UB).

 

Entrando

Caso a saída de Chico Naves se confirme, quem deve assumir o seu lugar na Câmara dos Vereadores é o seu suplente, o advogado Glauco Temer Feres, também do MDB, e que na ultima eleição obteve 513 votos.

 

Entra e Sai

Nos bastidores políticos a conversa é que o Dr. Glauco não chegará a esquentar a cadeira no legislativo, pois poderá a vir ocupar também um cargo de confiança no executivo.

 

Oxigenação

Todos esses movimentos de cargos, seriam uma manobra do prefeito na tentativa de acomodar seus novos aliados para uma possível aliança na tentativa de fazer o seu sucessor nas eleições de 2024.

 

Troca-troca

As substituições não se limitam apenas no primeiro escalão do governo, mas também no assessoramento dos aliados políticos do grupo de apoio politico do prefeito, onde a troca de assessores no legislativo já está ocorrendo, inclusive a pedido do vice prefeito Manezinho do Eco (PODEMOS).

 

Sai e entra

Recentemente uma assessora foi exonerada na Câmara Municipal, mas, já teria um cargo pronto para ela no poder executivo. Inclusive, dizem os língua preta, atendendo um pedido de um delegado e do vice prefeito.

 

Certificado

No lugar da assessora que saiu há poucos dias do cargo de confiança que ocupava no legislativo, deve entrar o já experiente pastor André Filiol, exonerado do cargo em 2020 por não ter curso superior, e que agora aguarda apenas a faculdade liberar seu diploma para voltar a assessorar os vereadores.

 

Calote

Mudando de assunto, quem está no veneno são os servidores da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) cuja administração é feita pelo Hospital Piedade. A conversa nos corredores da unidade é de que as horas extras serão pagas parceladas.

 

Duas vezes

Os servidores da UPA receberam a informação de que as horas extras correspondentes ao mês de março, serão pagas em duas parcelas, uma em abril e outra em maio. Indignados com a situação, pois muitos servidores tem as despesas pessoais aumentadas para cumprir os pedidos da administração da unidade para realizar horas extras. Uma reunião foi marcada para a próxima terça-feira, 19, às 14h junto ao provedor do Hospital Piedade para negociar essa situação.

 

A vista

O Hospital Piedade é quem administra a UPA, e não se tem noticia de que tenha recebido o pagamento com atraso. Ao contrário, muitos aditamentos ao Hospital têm saído nos editais da prefeitura. Aditamento, para quem não sabe, é dinheiro extra.

 

Birigui x Hospital

Vários servidores da UPA reclamam que as coisas eram por incrível que possa parecer para alguns, melhor quando a O.S. Birigui administrava a UPA do que o Hospital Piedade, que além de reduzir o salário, aumentou a carga de trabalho e ainda quer parcelar o pagamento de horas extras.

 

Sem remédio

Como os dias são apenas de denúncias e queixas, chegou também na última sexta-feira, 8, a reclamação de uma mãe, que havia passado por atendimento no PA do Monte Azul, com uma criança, e a pediatra após atendimento receitou um medicamento que posteriormente a mãe não só não encontrou na farmácia do posto, mas também não encontrou em nenhuma farmácia da cidade.

 

Sem troca

A mãe da criança retornou ao posto do Monte Azul, que funciona como prono atendimento, mas, a médica que havia receitado, já não estava mais, e a medica clinica geral que estava de plantão, informou que não poderia substituir o medicamento por não ser pediatra.

 

UPA

Desesperada para tratar a criança que estava doente, a mãe então resolveu procurar a UPA, e atendida também por uma médica clinica geral (que não é pediatra), encontrou a solução, tendo a médica substituído o medicamento por outro que não apenas resolveria o problema da criança, mas também seria facilmente encontrado nas farmácias do município.

 

Resolveu

Nisso tudo, já havia transcorrido 5 horas entre o primeiro atendimento, quando a médica receitou o que não existe nas farmácias do município, entre o segundo que outra médica do PA do Monte Azul não quis substituir a receita alegando não ser pediatra, e o terceiro atendimento, realizado por uma médica clinica geral, que visando a vida e o bem estar da criança, como deveria ser, não titubeou em substituir a receita e tão logo resolver a questão. Parabéns!

 

Resenha

Ficou longo pra caramba esse XavECO ... eu preciso parar de me alongar no discurso e aprender a ser mais direto...  mas vou aprender. E não adianta políticos e favorecidos politicamente quererem me ameaçar e blá blá blá ... já estou calejado de perseguição e acostumado a levar pedrada. Mas, jamais deixarei de expor a verdade, doa a quem doer. Beijos de luz.

 

Marcos Xavier

Jornalista do Povo

Comentários:

Veja também

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )