Notícias & Entretenimento

Xaveco

O POVO CLAMA POR AÇÃO

Fazer, desfazer, refazer e tentar, com amor, sem amor, atitude, por favor.

O POVO CLAMA POR AÇÃO
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

DE VOLTA AO TRONO

Após 20 dias de férias, o prefeito Anderson Prado de Lima (UB), reassumiu na ultima segunda-feira, 27 de junho, o comando do poder executivo em meio a uma enxurrada de queixas e reclamações da população, em especial na área da saúde.

 

ÓBITOS

Na semana de seu retorno, Prado viu a cidade registrar mais dois óbitos em decorrência do novo coronavírus, além de uma nova onda avassaladora de novos casos de contaminação pela Covid-19, chegando à marca de 417 casos ativos na última sexta-feira.

 

JUNTO E MISTURADO

Com a desativação do Pronto Atendimento Covid (PAC) que estava montado no Hospital Piedade, assim como outras unidades de saúde que eram destinados a atendimento exclusivo para síndromes gripais e Covid-19, os pacientes que procuram esse tipo atendimento hoje, são represados na UPA, junto com pacientes com outras enfermidades.

 

LOTAÇÃO E RISCO

Com essa medida, a UPA não apenas passou a receber uma quantidade muito maior de pacientes, para um corpo clinico e estrutural limitado, mas, também, aumentou o risco de contaminação dos colaboradores e pacientes que procuram a unidade de saúde de emergência.

 

TENDA

Como já havíamos antecipado em matéria está semana, Prado anunciou em programa de rádio, que será montado novamente uma tenda em frente a UPA para oferecer um distanciamento maior entre os pacientes que aguardam atendimento na unidade.

 

MEDIDA PALIATIVA

Em conversas privadas com profissionais de saúde, a reportagem do jornal Atitude ouviu que a colocação da tenda, na prática, em nada vai mudar. Pois, a UPA não tem estrutura física para separar os pacientes na parte interna, ou seja, enquanto eles aguardam para passar pelo consultório médico, realizar exames, e receber medicação. Ficarão misturados do mesmo jeito.

 

SEM COMUNICAÇÃO

Na quarta-feira, 29 de junho, o jornal Atitude recebeu informação de uma fonte, avisando que ante os questionamentos das redes sociais sobre o sumiço dos leitos Covid em Lençóis, a prefeitura iria custear a reativação de leitos exclusivos para covid no Hospital Piedade. Tentamos confirmar a informação junto a assessoria de imprensa do prefeito e a Secretaria de Saúde, ambos disseram desconhecer. Neste sábado, Prado foi à rádio anunciar 6 leitos Covid, e dizer que é Fake News a falta de leitos em Lençóis.

 

QUEM FAZ FAKE NEWS?

Em entrevista a uma radio local, cujo locutor recebe uma boa grana para ser a ‘voz’ da Prefeitura em anúncios diários, o prefeito Prado afirmou que as pessoas que propagam nas redes sociais falta de leitos e sobre a saúde em Lençóis, estão fazendo Fake News, só não explicou ou não quis explicar, do porque diversas famílias tiveram de entrar com pedido de liminar na justiça para conseguir leito de internação, e só conseguiram em Bauru.

 

FOGO AMIGO

O prefeito Prado, muito querido pela sua simpatia e jeito emotivo que sempre coloca suas palavras, vem sofrendo duras criticas nas redes sociais e grupos de WhatsApp. Em especial em redutos de aliados, como por exemplo, nos classificados de um vereador, onde a população registra duras criticas a administração, e para não correr o risco do ‘dono’ do grupo sumir com a postagem, elas printam e repassam em grupos de WhatsApp tornando o assunto viral.

 

MUDANÇA

Pessoas próximas ao prefeito, dizem que não há um dia sequer que ele não receba cobrança de populares na rua. E cada dia mais ásperas. Quem sempre se disse vítima de ataques por opositores fervorosos nas redes sociais, hoje é cobrado pelas vítimas de tantas promessas não cumpridas e do excessivo discurso do ‘mais amor, menos desamor’, quando na verdade, a população só quer ser atendida na sua necessidade básica, a saúde.

 

 

Marcos Xavier

Jornalista do Povo

Veja também

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )